Páginas

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Obrigada por estar vivo




Hoje eu vim aqui pra te agradecer.

Obrigada por estar vivo.

É. Simples assim. Não te agradeço por me suportar, por gostar de mim, por viver comigo ou por me amar. Porque se essas coisas acontecem, meu amor próprio diz que é mérito meu.

Mas agradeço a você por permitir que a vida corra pelo seu sangue, atravesse as suas veias e atinja a minha alegria. Agradeço à vida, que introjeta-se em você, contorna todo o seu corpo e reflete em mim. Porque diante dessas coisas da vida e da existência, eu nada posso fazer, senão suportar e amar a falta de sentido.

É porque você vive que eu posso me sentir pulsando. Sei que tenho vida ao sentir o calor do seu peito e o arrepio que me causam as suas mãos. Tenho alegria em inspirar o gás carbônico que você expira, e ter um pedaço real da sua existência. Nada melhor do que sentir o cheiro da sua respiração. Posso passar todo um dia sentindo a textura da sua pele e analisando as milhares de sensações que ela me dá. Posso passar a vida toda apreciando o simples fato de você existir e a cócega na alma que você me causa.

Delícia é acariciar a sua mão e sentir na minha o carinho que eu te invisto. Felicidade é sorrir para você e enxergar os seus olhos, que me olham refletindo e potencializando o meu sorriso, tornando-os um só: o mais sincero do mundo. Delícia é como os corpos se encaixam perfeitamente, ignorando todas as minhas teorias da incompletude e da imperfeição. Contradição é tocar em você, sentir em mim. Porque é no breve instante que não sei quem sou você e não sei quem é eu, que existo. Perco-me nas conjugações verbais e existenciais.

Alegria de existir é achar que posso contar com você pra toda e qualquer coisa, e ter a minha teoria comprovada, uma, duas, três, mil vezes.

Mas quanto maior o amor, maior a agonia. Isso é um perigo, uma enrascada pela qual sou enroscada.
E agonia é, no meio da noite ou de uma conversa, perceber a sua apnéia, quando nem você a sente. Agonia é imaginar que eu poderia sumir, junto com você. Agonia é saber que eu entrego toda a alegria da minha existência nas suas mãos.

Por favor, respire. Senão eu piro.

22 comentários:

Pequena Notável disse...

por favor pots. Senão eu piro. rsrsrsr. Os A da vida : Amor e Agonia. Muito bom

Claudio Marques disse...

Fiquei confuso.

Desde o titulo ate o final.

Obrigada? estar vivo.

Nao seria Obrigado por estar vivo?

Minha mente foi longe, com esse seu titulo proposital ou nao!

Alicia disse...

Heim? Acho que eu é que não entendi, Cláudio.

Nara Sales disse...

Que amor bonito de se ver. Tão saboroso, doloroso, cheio de entregas e alegrias!

Marília Felix disse...

Oiee!
Tem mime literário pra vc nos meus devaneios!

=)

beijão!

M. disse...

Eis um pedido que deveríamos fazer mais vezes, todos os dias até...

Primeira vez por aqui. Gostei da tua escrita e do conteúdo.

Lilian disse...

Tbm tenho a agradecer.
=*

Vilmar Barros de Oliveira disse...

"respire senão eu piro..."
Doce e lindo ao mesmo tempo!
Vc escreve de uma forma deliciosa de se ler.
bjo

Lúthien Palantír disse...

A intensidade de amar e ser amado faz isso com a gente. Sei como é...
Belo post.

Cynthia Osório disse...

respirar-se junto e pirar-se junto, é coisa boa!!

Leandro Santos disse...

o amor é assim, faz-nos agradecer pela vida do outrem, e não somente por ele estar vivo, mas também por nos deixar fazer parte desta vida e, do mesmo modo, fazer parte da nossa vida.

Abçss

Ayanne Sobral disse...

Alicia, que lindo. O texto, o sentir, o movimento das linhas, as cores pousadas sobre a tela que me plantaram um tanto de estrelas nos olhos. Que lindo.

Eu tenho mesmo que ser repetitiva: sou muito sua fã. Você arrasa, sempre.

PS: Pequeno recado para o dono deste texto por direito: Obrigada por estar vivo, seu moço.
E, por favor, respire. Senão quem pira somos nós.
(:

Camila Márcia disse...

Porque qndo amamos uma pessoa é só isso q devemos pedir, pq isso basta.

bjs.
Bom FDS

Andressa disse...

Mas a respiração de uma pessoa me faz pirar.

Ferreira K.P. disse...

Bom dia! Estou aqui pela 1ª vez, mas vejo que escolhi certo o Blog para visitar. Excelentes textos e teu talento é indiscutivel. Parabéns. Acho que a frase inicial não poderia ser melhor: "Hoje eu vim aqui pra te agradecer". Te agradeço pela coincidência de minha escolha.
Também tenho um Blog, porém mais simplesinho...www.ferreirakp.blogspot.com Espero sua visita por lá. Um abraço.

Julliany kotona disse...

Encontrar um amigo é descobrir
um tesouro e talvez seja até mais;
pois um amigo é sempre alguém que traz
mais consistência a nós: por existir.

Um tesouro é inerte e tanto faz
qual sentimento estamos a curtir
Um tesouro não tem como influir.
O amigo é diferente: ele é capaz
de se alegrar conosco ou de sofrer
quando estamos sofrendo.

Um bom amigo
eu hei de conservar sempre comigo
a fim de me escutar e compreender
a fim de, se eu errar, me aconselhar
e, se eu cair, do chão me levantar.

Sou muito feliz por ter sua amizade
Conta sempre comigo,tenha um lindo fim de semana,com muita paz amor e prosperidade desejo tudo de melhor para você e sua familia bjos de uma amiga!

Lívia Azzi disse...

"Mas quanto maior o amor, maior a agonia. Isso é um perigo, uma enrascada pela qual sou enroscada".

Lembrei da nossa amada:

"aquilo tinha dois lados? Sofrer pelo mesmo motivo que a tornara terrivelmente feliz?"

;-)

Carina Rocha disse...

Wow, passei por curiosidade e adorei o seu blog... parabéns pela sua escrita... fantastica mesmo.. **

Fernand's disse...

eu tbm fiz questão de me enroscar.



rs
lindo.

Graça Pereira disse...

Há tantas maneiras de se dizer que se ama alguem...até neste simples pedido: Por favor, respire!
Beijo
Graça

Caroline Mesquita disse...

Oi, Alicia. Já sigo teu blog há algum tempo, mas hoje tive necessidade de deixar um comentário. Que sentimento lindo. Li e encontrei-me. Mas ao mesmo tempo sinto que é pavoroso, pois se um dia perdê-lo, como é que faz?

ANA ROOS disse...

simplesmente divino!

Parabéns por conseguires expressar um sentimento tão lindo...

beijos no coração