Páginas

sábado, 23 de julho de 2011

Senti-dó

O corpo entorpece
A palavra vai junto
Tudo se desfigura
Ou sou eu que posso enxergar?
As coisas não fazem sentido
Eu é que dou um a elas
Porque assim posso suportá-las

E quando eu não agüento
As coisas parecem embaçadas
Mas é quando mais estão nítidas
(Tenho vontade de vomitar
Ao me ler)
O sentido me excede
E tudo vira mentira.

12 comentários:

Sabryna Gonçalves disse...

Alicia, a vida só faz sentido quando encontramos razões para permanecermos nela. As vezes é difícil suportar as dificuldades de até mesmo se encontrar nesta.

Beijos querida

visite meu blog:
http://sabryna-liberdade.blogspot.com/

Cassiana disse...

(são as coisas que só a gente vê)

BG disse...

Também senti dó! Mas adoro te ler... E o sentido da sua vida é seguir escrevendo

Ingrid disse...

e uma hora tudo faz sentido..
beijo

Etiene disse...

nossa, essa imagem me deu medo.
beijus querida

Luana S. Santos disse...

Sinto-me perdida assim as vezes e as coisas ao meu redor não fazem sentido nem tem lógica, e me pergundo oque estou fazendo o de errado? Ou será que são coisas que a minha cabeça está inventando?
E quando tento arranjar um sentido, algo que faça amenizar tudo, parece que estou mentindo para mim mesma, e está é a pior parte.

Beijos, ótima semana para você!

Lívia Azzi disse...

Precisei dar um sentido para essa imagem para suportá-la: imaginei um olho no lugar da boca e mantive as outras duas bocas no lugar dos olhos.

Graça Pereira disse...

Há um caminho a seguir...só nosso! No dia em que o encontrares, todas as brumas desaparecem e as peças do puzlle encaixam-se! E tudo fica lindo!
Beijo
Graça

Ayanne Sobral disse...

Ai, ai, ai, ai. Ay.

Também tentei dar um sentido à imagem para conseguir suportá-la, o que foi bem difícil.

Sobre a poesia, não dá pra comentar. Só dá pra bater palmas. De pé.

Cynthia Osório disse...

É, nem tudo faz sentido,mesmo quando se sente. Se é que sentir já não é ter sentido.

Az.) disse...

nao me canso de vir aqui e tambem nao me canso de dizer como voce escreve bem. parabens.
"As coisas não fazem sentido/ Eu é que dou um a elas/ Porque assim posso suportá-las" (isso foi otimo)

A.S. disse...

Alicia,

Na autoavaliação, é inevitável a tendência para desvalorizar! Deixa que sejam os outros a qualificar tudo o que fazes!


Beijos,
AL