Páginas

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Homenagem ao Superego




A noite cai
A alma levanta
O amor se esvai
Some a santa


 
O escuro é perigoso
O claro não é seguro
Se viver é penoso
Existir é impuro


 
Dá-lhe chibatadas
Dá-lhe punição
As vias certas são erradas
Viver é em vão.

27 comentários:

Sahge disse...

Excelentes versos! Muito apropriados para homenagear esse nosso lado que parece existir unicamente para nos chicotear o espírito com culpas. Sim, as escolhas erradas são certas e na maioria das vezes são certas justamente por serem as erradas diante do implacável superego.

A justa homenagem que faço ao meu é por vezes e sempre que possivel, ignorá-lo para vivar mais e existir menos...

E me perdoe, caso eu tenha interpretado erroneamente os seus versos, mas é que este tema é muito presente em meus pensamentos...

Netmídia Propaganda disse...

Viver é em vão?

...

concordo não.
Mas,acho que entendi sua linha de raciocínio.

bj

Sandro Ataliba disse...

Nas palavras do filófoso 50 Cent: "A morte deve ser boa, porque a vida é dura."

Ivan disse...

Alguns dos meus maiores arrependimentos nasceram dos erros que não cometi.
Abraço

Camila Márcia disse...

Carpe diem...

Camila Lourenço disse...

Viver é em vão?

concordo não, mas, eu entendi o que vc quis dizer no texto, profundo, como sempre.

bj

Sabrina Davanzo disse...

Adorei os textos. São lindos.

Lilian disse...

Plenamente.

Tiago disse...

De qualquer forma acredito que a vida só possui o sentido que queremos infundir nela.

Acho que nunca é em vão.

T.

Thaís Alves disse...

E o mais lúdico é que o errado é gostoso... a ironia de viver. Beijos

Lívia Azzi disse...

Uau, Alicia!

Que poema mais impactante e fugaz!

Gostei muito também do comentário do Sahge...

;-)

Ayanne Sobral disse...

Uau!!

Por mais que eu te leia, você sempre me surpreende com essa capacidade descomunal de tecer as palavras. Elas parecem ganhar outra dimensão nas tuas mãos, nos teus versos.

Achei absolutamente perfeita a amarração, o ritmo. Seu jeito peculiar de escrever que eu adoro.

Ai, como concordo com cada verso!!
E de fato: 'Se viver é penoso/Existir é impuro'.

Breno Sousa disse...

Ah, superego... esse fanfarrão.

Agora fiquei aqui pensando: se as vias certas são as erradas, as erradas são certas?

Az.) disse...

pode parecer repetitivo, mas você sabe como jogar as palavras para formas textos maravilhosos.

Teresinha Oliveira disse...

O prazer reside essencialmente no lado negro de cada um. Eu arrependo-me de muitos 'pecados' não cometidos, por honra ou preguiça...

Marcelo Henrique Marques de Souza disse...

É isso aí, sr superego.. viver é em vão e NO vão..

Mas um pouco de superego, parcializado, de vez em quando, é bom... ou não é bom ter o que trnsgredir?..

Carinne Barbosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carinne Barbosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carinne Barbosa disse...

Viver é em vão?
Depende de como se vive, não é mesmo?
Adorei os versos...

Um beijo!

Gabriella Beth Invitti disse...

Viver é em vão. É sim!

C. disse...

ver um superego lentamente abandonar um corpo pode ser algo muito, muito bonito (rs)

p.s.: adoro quando o meu dá defeito

por Hope* disse...

Rápido e rasteiro!
#direto!
Bom find!
=)
Bjoo!

Amanda Lemos disse...

Gostei bastante do Blog.
Muito interessante !

É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
http://bolgdoano.blogspot.com/

Muito Obrigada, desde já !

Atestado do Óbvio disse...

Lindo demais! Adorei a musicalidade!

Lia Araújo disse...

E sofrer nessa vida é mais vão ainda...
bjos querida
otima semana

Mente Hiperativa disse...

Abaixo o superego =p

Talita Prates disse...

Rs... muito bom!

Curti o que disseram acima: "ver um superego lentamente abandonar um corpo pode ser algo muito, muito bonito."

bjo bjo!

Talita
História da minha alma