Páginas

segunda-feira, 20 de junho de 2011

É de surpresinhas que se faz uma vida



Segunda-feira. Dia chatíssimo. Porque mesmo quando tem feriado na semana, ainda assim a segunda-feira continua se chamando segunda-feira. E vocês sabem, né?! O nome das coisas é muito importante. Quem nunca encrencou com uma Ana, com uma Daniele, ou sei lá que nome,  só por que é o nome da ex do seu atual? Quem nunca fez cara feia pra uma comida de nome estranho? Pois é. Segunda-feira é sempre segunda-feira, mesmo que a semana útil dure apenas três dias.

Daí acontece que chegando na segunda parte da minha jornada (é, gente, eu tenho 3 empregos), o porteiro do lugar me entrega uma encomenda do sedex. Só por aí eu já fico insanamente feliz, porque conta nenhuma chega por sedex. Se não é conta pra pagar, é coisa boa! De repente, leio na caixinha: Ayanne Sobral. Uau! Começo a despir a caixinha de seus adesivos e fitas colantes loucamente, empolgadíssima. Aí é claro que todas as fitinhas demoram muito a sair, só pra me irritar. E quando consigo abrir, finalmente, me deparo com duas belezuras de chaveiros e um artesanato-coisa-linda-de-morrer daquele que foi feito sob medida pra mim! Sob medida pro consultório! E pra acabar com o meu coração, que já se derrete todo, por essa moça, ainda tem uma cartinha dela, com a letrinha dela, e palavras pra mim! Lindo! Muito fofo isso.

Acontece que a Ayanne é uma pessoa dessas que eu gosto assim, sem motivo. E eu acho que esse é o gostar mais sincero. Mentira minha. Eu gosto dela sem motivo, sim. Mas também porque ela vive dizendo que é minha fã, e isso me faz uma puta massagem boa no ego. O fato é que ela tem uma blog lindo e maravilhoso (visitem!)  e escreve super bem. Gente, ela é adolescente. Tem 19 anos, mas a alma dela tem mais idade do que 90% das mulheres desse mundo. Frescor jovial de moça corajosa, brilho de gente que apesar de desacreditar na humanidade, insiste em encontrar um motivo pra fazer a vida ficar bonita. Tem uma destreza invejável com as palavras e uma alma corajosa e grande. Ela mora em Pernambuco, eu moro no Paraná,  mas daqui consigo enxergar a alma dela. Juro.

Não sei mais o que dizer. Só quero te agradecer, Ayanne, por me ler, por escrever, por existir, por colorir a minha segunda-feira. Que a vida te dê as coisas mais gostosas e frescas desse mundo. E que você tenha sempre bastante juízo pra cuidar da sua vida. Mas que tenha, principalmente, bastante folga do superego, pra poder aproveitar as coisas boas dessa vida.

14 comentários:

Alicia disse...

Aliás, gente, essa imagem eu roubei do blog dela.

Ayanne Sobral disse...

Alicia, você existe!

Demorei um tantão pra entender tudo lá no tuíter porque eu simplesmente tinha esquecido. É, eu tinha. Porque desde o dia que deixei o pacote nos correios até hoje, aconteceu muita, muita coisa; o mundo resolveu se mostrar mais cruel, e eu - sabe-se lá como - esqueci. Mas bom, esse é outro assunto...

Aí vem você me lembrar que o mundo pode ser um lugar bom, me fazer olhar o mundo em que estou inserida e acreditar nele. E se ele ainda existe é porque existem pessoas como você, eu sei.

Tuas palavras me deixaram imensamente feliz. Muda e feliz.
Obrigada por escrever. Obrigada por existir. Obrigada por estar tão perto, mesmo estando aí. Obrigada.

Sou mesmo tua fã e serei sempre.
E vou estar entre os primeiros da fila de autógrafos do teu livro, você sabe.

Nem sei mais o que dizer...
Obrigada!!

PS: Minha letrinha tava super feinha, né. Ok, rs.

Ayanne Sobral disse...

[palavras que você já conhece, e que são mais verdadeiras que nunca...]

'Eu sou mais que tua fã. Eu te admiro. Muito. Eu admiro as coisas que você escreve, mas não só isso. Eu admiro quem você é. Você tem luz própria e ilumina tanta coisa por aqui.

Parabéns pela alma anos-luz evoluída que você tem. Pela sensibilidade que toca o céu. Por poetizar nossas vidas de um jeito maravilhosamente bom.

E obrigada. Trilhões de obrigada por tudo. Tudo. A vida é mais doce e mais vida por saber que você está por perto – e é perto mesmo, apesar da distância. Esse mundo não tem fronteiras. Mesmo.

Alma irmã, obrigada.'

(:

Vilmar Barros de Oliveira disse...

Oi Alicia,
Ganhei dois selos da Lena, do Blog Amadeirado e tive que indicar dez blogs para receber o prêmio, ou seja os dois selos. As regras e os selos estão postadas lá na Alma Zen Aguardando vc.
Beijo.

Mente Hiperativa disse...

=p

Camila Márcia disse...

Olha segunda-feira cheia de surpresas hein!

Parabéns pelos mimos.

bjs.
Boa semana!

Az.) disse...

realmente, uma vez segunda-feira, sempre segunda-feira. hauhauahua surpresas boas sao sempre bem-vindas. ;*

Marcelo Henrique Marques de Souza disse...

O mais bonito de uma carta escrita é que ela vem escrita.. a mão, o que é cada vez mais raro..

Cafundó disse...

Nada mais bela que uma amizade verdadeira recíproca. Dois anjos, dois pássaros, duas poetas doces e inquietas!

Cláudia Nascimento M. disse...

amo o teu blog!

Lívia Azzi disse...

Ay, que post doce!!

Dói sentir um pedacinho da Ayanne lá de Pernambuco chegando aí em Curitiba pra você Alicia! Dor docinha que imagina os sorrisos de alegria que transcendem a distância e vivificam a alma!

;-)

Ana C. disse...

são duas lindas...
;)
beijos e flores

Cláudia Nascimento M. disse...

Qual música?

Impulsiva disse...

Coisa bonita de se ver...