Páginas

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Ai, Ai


Menina brava, discutia em casa com mãe, pai, cachorro e abajur. Proclamou sua independência com mochila nas costas. Achava-se cheia de ideias marxistas, perdia-se na Mac, de maquiagem a Iphone. Tal como Eva, iniciou-se no pecado com uma maçã. (Pausa, pelamordedeus... gente, fomos expulsos do paraíso porque Eva comeu uma maçã. Imagina se fosse uma nhá benta?)

4 comentários:

Flá Costa disse...

hahahahaha!
Ai Alícia, você só me envolve com esse seu humor delicioso!

beijoca

Cláudia N. Matos disse...

ahahah tens um humor :D

Josiana Leite disse...

Adorei conhecer seu espaço tenho uma coluna de contos e histórias no meu blog , a cada leituras aprendemos sempre, a criatividade em criar e em nos fazer viver a história no ato da leitura você tem, parabéns, bjss

Ivan disse...

Sua narrativa sempre surpreende, como é bom passar por aqui!
Abraço