Páginas

domingo, 4 de dezembro de 2011

Brilhe pra mim, que eu reflito pra você



Durmo nos seus olhos

Respiro nos seus pulmões

Existo no seu olhar

Secreta-mente.

Por favor, não me descubra.

Só quero o brilho dos seus olhos.




12 comentários:

Etiene disse...

Adorei o título, a postagem e o video
bom final de semana
beijos

Vanessa Carvalho disse...

Me vi refletida nessa poesia.

Flores e uma ventania
de bons pensamentos, moça.

Anônimo disse...

É tão bom encontrar alguém que nos faça "viver"... Melhor, ainda, é saber que os olhos desse alguém, também, brilham por nós!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
M. disse...

Este teu "só" pode ser tanto...

Belo poema:)

Luana S. Santos disse...

Quando nos entregamos de corpo e alma, é assim.

Danelize Gomes disse...

Esse teu "secreta-mente", pode significar tanto, Alicia linda.

Zilda Mara Peixoto disse...

Olá.Essa é minha primeira visita ao blog.Vi seu link em outro blog e resolvi vir conhecê-lo.Adorei seu blog e já estou lhe seguindo.Seu blog é muito bem organizado e suas postagens muito bem elaboradas.Te convido a conhecer meu blog e segui-lo também.Aguardo sua visitinha!
Bjs!
Zilda Mara
http://www.cacholaliteraria.blogspot.com

Camila Lourenço disse...

Que coisa linda! *--*

Claudio! disse...

...Dorme que eu durmo em ti.

E nao podia deixar de comentar... `aguardo sua visitinha` é tão... tão... coisa de quem tem email no @bol.com.br!

Marcelo Henrique Marques de Souza disse...

Como diria o Lacan, o olhar é onivoyeur.

Beijos

Marco C. Leite disse...

estava com saudades de visitar os blogs amigos... beijos e parabéns pelos ótimos textos que sempre escreveu...