Páginas

domingo, 4 de dezembro de 2011

Brilhe pra mim, que eu reflito pra você



Durmo nos seus olhos

Respiro nos seus pulmões

Existo no seu olhar

Secreta-mente.

Por favor, não me descubra.

Só quero o brilho dos seus olhos.




12 comentários:

Etiene disse...

Adorei o título, a postagem e o video
bom final de semana
beijos

Vanessa Carvalho disse...

Me vi refletida nessa poesia.

Flores e uma ventania
de bons pensamentos, moça.

Emiliana Cerqueira disse...

É tão bom encontrar alguém que nos faça "viver"... Melhor, ainda, é saber que os olhos desse alguém, também, brilham por nós!

Emiliana Cerqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M. disse...

Este teu "só" pode ser tanto...

Belo poema:)

Luana S. Santos disse...

Quando nos entregamos de corpo e alma, é assim.

Danelize Gomes disse...

Esse teu "secreta-mente", pode significar tanto, Alicia linda.

Zilda Mara Peixoto disse...

Olá.Essa é minha primeira visita ao blog.Vi seu link em outro blog e resolvi vir conhecê-lo.Adorei seu blog e já estou lhe seguindo.Seu blog é muito bem organizado e suas postagens muito bem elaboradas.Te convido a conhecer meu blog e segui-lo também.Aguardo sua visitinha!
Bjs!
Zilda Mara
http://www.cacholaliteraria.blogspot.com

Camila Lourenço disse...

Que coisa linda! *--*

Claudio! disse...

...Dorme que eu durmo em ti.

E nao podia deixar de comentar... `aguardo sua visitinha` é tão... tão... coisa de quem tem email no @bol.com.br!

Marcelo Henrique Marques de Souza disse...

Como diria o Lacan, o olhar é onivoyeur.

Beijos

Marco C. Leite disse...

estava com saudades de visitar os blogs amigos... beijos e parabéns pelos ótimos textos que sempre escreveu...