Páginas

sábado, 15 de outubro de 2011

Hoje eu decidi excluir os homens.



Mulher tem muito dessas coisas. Ir com a cara de alguém, não ir com a cara de alguém. Não é que homem não tenha disso, é claro que tem, mas isso de "bater com o santo", no universo masculino, sempre tem um tanto de sentido permeando – como tudo, aliás, no mundo dos homens.
Já com as mulheres, as coisas são sempre um tanto confusas, um tanto misturadas, um tanto inexplicáveis. Mas não é porque é inexplicável que é sem fundamento.
Pois bem, eis que por motivos obscuros, nossas almas - femininas -  fazem amizades em segundos de olhares, e criam guerras infinitas em um piscar de olhos.
Alguns chamam de sexto sentido, porque geralmente quando uma mulher não vai com a cara de outra mulher, essa coisa tem motivos que serão descobertos depois. Mas tem motivos.
Acho isso incrível. Nós, mulheres, temos um saber que a gente sabe sem saber explicar. É isso o que me faz escrever. Pra tentar descobrir essa coisa que eu sei, mas não posso nomear. Como se fosse impossível ser plena nas palavras, assim como é impossível alcançar a plenitude na vida.
Às vezes tenho uma tendência a acreditar que nós, mulheres, somos pedaços de uma grande alma. Talvez uma grande mãe. Talvez uma mãe-natureza. E nós que nós somos, todas pedacinhos diferentes da mesma coisa. Então, ainda que a gente não seja outra coisa além de nós mesmas, nós temos o saber de toda a natureza.
Que papo meio wicca. Que papo meio adolescente.
Mas, oras... um q de bruxa e um q de adolescente é pré-requisito pra ser uma mulher, não?

-
Dedico esse post à minha irmã-bruxa-de-alma, Ayanne Sobral, que aniversaria hoje. Moça que escreve coisas lindas e colore os meus dias sem saber. Queria eu, na sua idade, ser curiosa assim como você. Que a vida te dê pingos de arco-íris todos os dias, e que você saiba borrá-los da forma mais bonita. Que os pingos não te saciem, mas que também não te impeçam de querer sempre mais. Que você não acredite que os arco-íris têm apenas sete cores, e nem que os gatos têm apenas sete vidas. Que você duvide de tudo e de todos, mas principalmente de si mesma. Que as dúvidas lhe impulsionem sempre para voos altos, e que eles te encham de friozinhos na barriga. Que você jamais faça regime de letras. Que tenha sempre uma alma gorda. E que você queira muita coisa nessa vida.

12 comentários:

Danelize Gomes disse...

Acabei de descobrir que sou meia bruxa agora,além de ser adolescente.
Obrigada, Alicia *-*


Parabéns Ayanne, no futuro comprarei livros dessa guria!

Cynthia disse...

A mulher tem um mistério, já dizia Rita Lee em sua música: mulher é bicho esquisito. Abraço Cynthia.

Flá Costa* disse...

Mulher é mesmo especial. O sexto sentido reina entre nós, e as vezer até assusta! Bjos, flor!

Mente Hiperativa disse...

É, mulher tem dessas coisas que a gente não entende. Aliás, quem entende as mulheres né? (Nem elas mesmas, rsrsrs.)

Mas na minha opinião Esse é o charme feminino, o hermetismo.

Ayanne Sobral disse...

E foi em um segundo de olhar que eu soube que tinha de ser tua amiga. Eu, que nunca te vi. Mas que tive os olhos na alma desde a primeira vez que te li, aí te enxerguei, sim. E me enxerguei em você - palavras-espelho, pois. E me encantei com cada uma das tuas palavras. E me encontrei em cada uma das tuas palavras.

Sou mulher e poderia te odiar, sabe, por você ser tudo isso - é um tudo tão grande que pouca gente consegue entender - e até odeio, às vezes, quando você fica por aí falando o que eu não quero dizer, ou contando minha história sem me pedir autorização. Mas a verdade é que eu te admiro. Muito. Mas é muito mesmo.

Obrigada, Alicia. Por escrever.
Por ser. Por estar.
Obrigada por ser mulher. Por ser um referencial de mulher pra mim - cê não tem noção de quanto.
Obrigada por ser real. Por ir além das fronteiras desse mundo.

Somos sim, pedaços de uma grande alma. Somos irmãs-bruxas-de-alma.

Amo você.
Como? Sei lá. Mas amo.

Ananda Sampaio disse...

Olá, q coincidência!
essa semana tava lembrando com meu namorado...q uma vez eu disse a ele q achava q era bruxa, no duro, no sério..
me senti tão patética...mas, é verdade!
toda mulher é bruxa!
;*

Nara Sales disse...

Isso me lembrou: "Meninas são tão mulheres, seus truques e confusões..." Lindo.
Mais lindo foi a dedicatória para a Ayanne linda.

Etiene disse...

e já dizia uma música ..

meninas são bruxas e fadas ....

beijossss

Marcelo Henrique Marques de Souza disse...

Mulheres e seus belos excessos..

Rui Costa disse...

excluir os homens não é...dar-lhes demasiada importância? ;)

Atestado do Óbvio disse...

Eu tb já tive minha fase meio bruxa e de querer excluir os homens... rsrsrs

Cynthia Osório disse...

Mulher tem tantas razões, tantas teorias. Tudo sangue!