Páginas

sábado, 22 de janeiro de 2011

Ondas

Amores que vão
Paixões que vêm
Amar para sempre é em vão
Amo-te agora, meu bem.

Ondas de vida
Ora me libertam, ora me sufocam
Eu sou sempre eu, e, no entanto me sou proibida
Aqui e ali, pedaços de eu, em mim se deslocam.

Mas é contigo, meu amor
Que mais comigo eu sou
Me perco e sinto-me em paixão e ardor
Viver contigo em mim, eu vou.

21 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Amores e paixões são ondas,
são águas traiçoeiras.

Nem sempre há bote salva-vidas.

Marília Felix disse...

Repassando..rs.
Oiie Alicia!
Teu blog é show!
Parabens linda!
Bjos no coração!=D

Gabriela Liebert disse...

Querida Alícia;

A melhor definição já foi dada logo ali, no texto de baixo:

'Amar dói. Não amar, dói mais ainda.'

Anônimo disse...

Nada é eterno moça, nada
Amor não dói...dói desamar

...

Camila Fontenele disse...

Perder-se no amor.
Um beijo

Vanessa Souza Moraes disse...

"Eu só queria que você soubesse do muito amor e ternura que eu tinha — e tenho — pra você. Acho que é bom a gente saber que existe desse jeito em alguém, como você existe em mim".

(Caio F.)

Teu escrito lembrou-me disso, Alicia-Felicia.

Cláudia Matos disse...

Um vai e vem de emoções sentidas :p
Estou a seguir-te :)

Felicidade Clandestina disse...

Fale com Ela... só me lembra Almodóvar. Um dos meus preferidos dele :)

PauloSilva disse...

Podem existir 1000 tipos de amor, mas há sempre aquele que se distingue *
Gostei !

Morena disse...

Nossa! que versos mais lindos! Aliás, beleza é o que não falta aqui.

AMEI!

Vou seguir-te!


Um final de semana maravilhoso!


Beijos!

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

"Mas é contigo, meu amor
Que mais comigo eu sou
"
e assim a fome de si mesmo vai levando o amor para longe

Ana Kalil disse...

Olá Alicia!

Muito bontio seu blog e seu poema. Obrigada por me seguir! Já estou a te seguir também.

Beijos

Ana

CARLA STOPA disse...

Amei teu espaço...Abraço.

Lívia Azzi disse...

Versou com maestria tudo que eu sinto e não saberia descrever assim com tamanha beleza.

Amei!

E dá vontade de recitar...

Vanessa disse...

Fiquei feliz em conhcer teu blog! Como me disse há poucos dias uma leitora lá do blog... _"Gostei da tua casa, vou puxar a cadeira e apreciar mais um pouco!"
Abraços

Az.) disse...

excelente comparação. adorei ;*

Marinha disse...

Nossa, que lindo isso!
Belo blog!
Bjo e paz.

Fernand's disse...

hoje sim.
amanhã, talvez!



lindo seu blog.
bjs meus

Riff disse...

Delicia de texto... Simples e rico ao mesmo tempo...mega sensibilidade nas escritas...feitas com o coração e alma de mãos dadas.

Amei seu canto...fico por aqui...

Bjitos mil

Paulo Becare Henrique disse...

Alicia, Alicia...

Poucos têm essa habilidade em falar de amor sem ser piegas. Estou quase me levantando para aplaudir sua poesia.

Rart og Grotesk disse...

belo poema de amor, parabens!contagiante!
se quiser, acesse meu blog de arte obscura http://artegrotesca.blogspot.com